O dia 8 de março foi escolhido como o dia internacional da mulher pela Organização das Nações Unidas - ONU para lembrar da luta das mulheres pela igualdade de direitos.

Um dos principais motivos foi que em 8 de março (23 de fevereiro no calendário juliano), no ano de 1917, um protesto intitulado de "pão e paz" foi realizado por mais de 90 mil mulheres na Rússia em busca de melhores condições de trabalho no setor têxtil e também contra a participação da nação na Primeira Guerra Mundial. Esse ato foi tão importante que desencadeou a Revolução Russa e posteriormente a deposição do czar Nicolau II.

Em 1921, o recém nomeado primeiro-ministro da União Soviética, Vladimir Lenin, reconhecendo a importância do movimento, proclamou o dia da realização da marcha, 8 de março, como sendo o dia da mulher. 

Uma história também bastante difundida e atrelada ao dia das mulheres é que em 8 de março de 1857 uma greve ocasionou a morte de 129 operárias incendiadas em uma fábrica têxtil ocupada em Nova Iorque. Entretanto, o fato não é verídico, trata-se de uma confusão feita por jornais franceses e alemães.

A internacionalização do dia 8 de março só veio ocorrer nos anos seguintes, quando a data se espalhou pela Europa e Estados Unidos. A partir da década de 60, o movimento feminista o transformou em um grande evento, e pelo esforço da ONU para promover o direito das mulheres e a paz mundial, em 1975 uma resolução propôs a comemoração da data em todos os países. 

O objetivo dessa data é reconhecer a luta em busca dos direitos sociais, políticos e econômicos. As mulheres devem olhar para a história com orgulho do passado e inspiração para o presente e futuro para melhorar as suas vidas em todo mundo.

Para saber mais, leia também: Fatos marcantes sobre a história do dia internacional da mulher.

Dia da mulher antes do dia 8 de março

Vale lembrar que o dia da mulher já era comemorado antes do dia 8 ser escolhido, pois muitos eventos, além do que ocorreu na Rússia, marcaram a luta das mulheres em diversos lugares no mundo, principalmente na América do Norte e na Europa.

Nos Estados Unidos, a primeira celebração do dia da mulher foi realizada em 3 de maio de 1908. No ano seguinte, a comemoração foi realizada em 28 de fevereiro de 1909. Até 1914 a comemoração ficou marcada para o último domingo de fevereiro para recordar a conquista do direito de votar e a continuação da luta por igualdade de direitos.

Na Europa, foi realizada em 1910 a II Conferência Internacional das Mulheres Socialistas em Copenhague, na Alemanha, e Clara Zetkin propôs a criação do dia da mulher, embora nenhuma data tenha sido definida. No ano posterior, Dinamarca, Áustria, Alemanha e Suíça celebraram o dia internacional da mulher em 19 de março.

A história mais conhecida e ligada ao dia internacional das mulheres também ocorreu no mês de março. Em 25 de março de 1911, 146 trabalhadores - dos quais 125 mulheres - foram incendiados dentro de uma fábrica têxtil nos Estados Unidos. Um funeral coletivo foi realizado em 5 de abril devido à comoção gerada pela tragédia, que se tornou símbolo da luta por melhores condições de trabalho. 

Não pare por aqui, você também pode se interessar por: